Deliciosa psicose?

Como nasce um serial-killer? Nem tudo é o que parece. Em Roubando Vidas a filosofia é provocar o amor junto com o ódio, pois cria um laboratório de crime revelador. Eis a arte da sabedoria de matar e ser amado? O filme conceitua suspense com teor de sedução. A premissa é abordar a história da perita em perfil criminal do FBI que trabalha de maneira não-tradicional, soluciona crimes e mistérios da mente assassina de maneira diferenciada, com uma abordagem intuitiva. O percalço ocorre quando ela se depara com a trajetória de um assassino que muda feito camaleão, assumindo vidas e identidades de suas vítimas. O diretor D.J. Caruso propõe um estudo sobre a astúcia assassina e a perversão humana, uma jornada aterrorizante sobre a psicopatia. Como se expressa ações planejadas e ritualísticas de psicopatas assassinos? O prólogo do filme já instiga pela estrutura introdutória dos créditos, apresentando uma narrativa linear em misteriosidade. A trilha sonora densa de Philip Glass concebe o tom de medo mesclado com forte mistério crescente. Angelina Jolie como a agente especial do FBI Illeana Scott, demonstra seriedade e determinação interpretativa, há cenas em que ela apenas atua com o olhar expressivo. O roteiro monta um quebra-cabeça e remodela, criativamente - proporciona um jogo psicológico de rato e gato, um thriller policial elegante e diálogos afiados. Ethan Hawke, como James Costa, concretiza maneirismos de pura interpretação provocante, seu personagem é enigmático - a sedução consiste na amplitude personificada de um homem que não se revela, induz. A direção correta e detalhada de Caruso firma planos focados nos olhos, bocas e mãos dos atores, captando sensações e atos específicos. A fotografia mistura tons desbotados claros e certas cenas escurecidas, típico noir sutil. Angelina Jolie e Ethan Hawke tem química consistente, olho no olho e interação corpo a corpo. Como crêr num completo desconhecido? O desejo é embalado dentro de uma angústia de medo? A tensão progride com o mistério que apenas se resolve no final surpreendente, reviravolta total. O filme faz com que sua imprevisibilidade seja maior atrativo, triufo. O roteiro é convincente. Como perceber onde o mal habita? O perigo mora ao lado...de quem? A película propõe facetas, inúmeras possibilidades pra desvendar o mistério e tem até a clássica estrutura de filme de suspense. Emoções adicionam excitações à trama. Não há falhas de lógica, tudo é bem amarrado. Percebem os dez minutos finais: precisamente angustiante, criativo e com alta dose cavalar cinematográfica de ótimo roteiro e atuações.

32 opinaram | apimente também!:

Luís disse...

Eu me lembro que quando o vi pela primeira vez, eu tive uma impressão muito boa acerca desse filme. Na segunda vez, no entanto, achei a história um pouco confusa e, às vezes, dispersiva demais. Assisti uma terceira vez quando passava na TV. E voltei a achar interessante. Então, não sei ao certo o que esse filme representa pra mim, pois ele consegue facilmente alternar minha opinião.

Nenhuma vez eu vi Angelina Jolie interpretando mal uma personagem; Ethan Hawke é um ator que, de modo breve e vulgar, não fede nem cheira. Se me lembro bem - e me lembro o suficiente -, os dois estão bem nesse filme.

Só para constar, há uma cena de sexo em Roubando Vidas que eu considero uma das mais feias do cinema. A cena não é vulgar, não é suja, mas é feia. Simpelsmente feia. Quando James e Illeana estãot ransando, com ela apoiada sobre um móvel, sua linha corporal é muito bonita... mas seu pé encostado na parede quebra a linha, deixando-a feia. Tá, tá, eu sei: paranóia minha! Mas eur ealmente acho que aquele pé na parede estragou a cena, porque ele parece ir contra o movimentos dos personagens.
(e alguém me pergunta, com razão: quem se importa com os pés ou com a linha do corpo quando Angelina Jolie deixa o roupão cair, ficando com os seios a mostra?)

ERICK MOURA disse...

ja fiquei afim de ver.

essa semana eu dei uma passada la no cine e vi 2012, ficaria muito feliz em ver um texto sobre esse filme aqui no seu blog, ja que eu gostei do filme.

abraço

ERICK MOURA

Gabrielle Alano disse...

Adoro a Jolie! :D

Rodrigo Mendes disse...

O filme prende na poltrona.

Mas depois eu esqueço, rs!

É spo um trilher, mas obrigado por me lembrar com seu ótimo texto!

Respondendo sua pergunta Cris:

Um Serial -Killer nasce quando sente vontade de matar!

Abs!

Paulo [ALT] disse...

Logo depois que eu leio seu texto fico meio em estado mudo, stand by hehe. Pensando no que falar. Sabe, nunca assisti esse então não posso dar uma opinião sobre nada a não ser do seu texto claro. Adoro quando você fala dessa "jornada aterrorizante sobre a psicopatia". Todas as palavras escolhidas direitinho. Como sempre vc atento ao roteiro, à fotografia... etc. Fiquei curioso pela trilha sonora. Se eu já não tivesse bastante na lista pra assistir, esses 10min finais estariam anotados pra ontem já rs.
abraço

Angélica Lins disse...

Ainda não assisti, mas depois de suas palavras, fica impossível não querer assistir imediatamente.

Gostaria de te oferecer os 2 selos do meu blog e também um outro que está postado lá para o Apimentário.

Deixo aqui meu abraço cheio de admiração.

Lú Silva disse...

Olá mais um para minha lista. Sempre descubro algo novo, bom, legal!!! Iuup!!! bjos

Arthur Alter L. disse...

Two thumbs up!
É um filme diferenciado, totalmente surpreendente. Uma leitura e compreensão da psicopatia eletrizante. A atuação de Jolie e Ethan preenchem a tela, o roteiro nos sufoca numa ascedente necessidade de entender os olhares os movimentos, a respiração.
Sua abordagem foi perfeita. Vale a pena ver e rever.
Abraço

Renan disse...

Bom..não vi esse filme, mas gosto de filmes com seriais killers. Eles tem o poder de prender o telespectador em frente a TV enquanto nos mostram o quão ruim uma pessoa pode ser.
Gostei da resenha.

Wallace da Silva disse...

Muito bom o seu blog! Já estou te seguindo.

Abraço!

Marilis Dutra disse...

adoro esse estilo de filme
adorei a dica hehhe
e sou muito fã da Angelina Jolie

bjãoo

Alan disse...

Como fã declarado de Jolie, sou meio que suspeito pra opinar sobre qualquer filme em que a bocuda dá o ar da graça...

Abs!

# Louis disse...

O suspense e os enigmas da mente assassina. são cativantes e nos fazem pensar! Com Angelina Jolie eles nos seduzem

Flavih Jones disse...

Sabe que eu adoro vir aqui.
Sempre que estou atrás de dicas, dou um pulinho.
Sempre bem atualizado.

Beijoo

Gustavo disse...

dois cursos que eu faria com toda a certeza: cinema em primeiro lugar e psicologia em segundo. no entando, como moro em goiás e na UFG não tem cinema, me contento com o segundo (por enquanto). não tinha conhecimento desse filme até agora mas, como acontece com quase todas as críticas que você posta aqui, fiquei curiosíssimo a respeito dele e vou procurar assistir; tenho só o que agradecer, pelas boas dicas e pela prazerosa leitura!

a propósito, agora sim consegui virar seguidor; seria bom ter você lá no meu, também. abraço

Caiã Pires disse...

Angelina Jolie sempre maravilhosa!
Com biquinho então...rs

disse...

Ainda não vi o filme. Mas a sua crítica é tão bem amarrada e escrita que me despertou a vontade de ver, até para observar estes detalhes apontados por você!
O seu blog também é muito legal! Já está adicionado nos meus favoritos! Obrigada pela visita!

bjs

Stênio disse...

Gostei da crítica, gostei do filme, quero assistir-lo.

Obrigado, mesmo tenho vergonha do que escrevo, gosto de receber comentários e considerações assim como a sua. E nao deixando de falar do teu escrever.. É direto e objetivo. Uhum, foi um prazer.

Caio Lima disse...

Deve ser diferente daqueles filmes de terror com serial killer, tipo Halloween, Pânico, Valentine, O Massacre da Serra Elétrica etc.
É interessante mostrar o lado humano desses psicopatas, torna mais interessante a historia

valeu pela dica

Heloísa Vilela disse...

Cara, nunca assisti esse filme, mas me interessei muito pelo fato de ser um lado mais humano dos psicopatas, como o cara já disse.

Marcelo Augusto Cetreus disse...

Um filme provocante e coeso, gostei quando assisti.

Abraços.

Gema disse...

Gostei imenso deste filme. Por ser perturbador e por muitos outros motivos que tu apontas.
Muito boa recomendação ;)
Bjs

Jorge Sader Filho disse...

Segura visão. Perbe-se de imediato que estamos lidando com um profissional apaixonado; afinal você é jornalista, Cristiano.

Abraço.

Lilianne Mirian' disse...

- aaaa.. ainda naum vii:(

Mas já quero ver..


Beiijo'

Jorge Sader Filho disse...

Apimentou de verdade, Cristiano! Jogou pesado, a Angelina faz público.

Abraços.

dand disse...

Meninooo, apimentado rsrs, obrigado pela visita em meu blog..fiquei super feliz. confesso que já vi seu link em outros blogs só que nunca entrei.
enfin, vc disse q estava me seguindo, porém sua fotinha não aparece lá não.

Quanto ao filme, adoro serial killer, suspense, mente assassina...tudo neste sentido me intiga..
eu leio muito os livrso de Sidney Sheldon que é baseado neste contexto de mentes criminosas, suspenses, assassinatos..
amo muito.

Bom, eu estou te seguindo..
um grande abraço viu.
Dand.

Daniel disse...

que bom que gostou do meu blog, já estou te seguindo tb. Parabéns pelo blog cultural!!!

Carolina disse...

Eu gostei muito deste filme. Denso. E o final achei surpreendente. Gosto de filme que ficou o tempo todo pensando como vai ser o final, tentando adivinhar.

Bjo

Vini Manfio disse...

no começo achei que fosse um livro
quando reli
vi que é um filme

a história parece ser muito boa
psicopatas
suspense
como todo bom filme de suspense
feito com olhares

quero um dia vê-lo

até já anotei o nome dele

Juliana disse...

Este filme é uma paranóia delirante.
Excelente!

Anônimo disse...

Just a quick Hallo to each of members!Great to be here!

Regarding those who seek it, in my signature there is some interesting information about [url=http://newmoviereleasesdvd.info/]Watch Movies Online Free[/url].

Anônimo disse...

[b]penis enlargement[/b] [url=http://ayogui.com]penis enlargement[/url] [b]penis enlargement[/b]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Aperitivos deliciosos

CinePipocaCult Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos Le Matinée! Cinéfila por Natureza Tudo [é] Crítica Crítica Mecânica La Dolce Vita Cults e Antigos Cine Repórter Hollywoodiano Cinebulição Um Ano em 365 Filmes Confraria de Cinema Poses e Neuroses